quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Consumismo Infantil

15/12/2010 - 09h14

Cidades dos EUA proíbem venda de "MC Lanche Feliz"

PUBLICIDADE
DE NOVA YORK
DE SÃO PAULO
Nada de brinquedo depois da comida. Esse é o recado que algumas prefeituras norte-americanas começam a mandar e que tem como destino preferencial o McDonald's e seu McLanche Feliz.
A cidade de San Francisco, na Califórnia, é o caso mais conhecido. No mês passado, os vereadores locais aprovaram lei que impede a venda de alimentos associada a brinquedos em casos em que a refeição não atenda certos parâmetros nutritivos.
Mario Anzuoni/Reuters
Lanches do McDonald's com relógios que representam personagens do filme "Shrek"
Lanches do McDonald's com personagens do filme "Shrek"
Ou seja, se um alimento supera os limites estabelecidos de gordura, açúcar e calorias, não pode vender junto um brinquedo. Em abril, a também californiana Santa Clara tomou decisão semelhante, e outras devem seguir o caminho, com o avanço da obesidade nos EUA.
O presidente-executivo do McDonald's, Jim Skinner, atacou, em entrevista ao "Financial Times", a decisão de San Francisco, que só vai entrar em vigor no final de 2011.
Para o dirigente, a nova regra "retira a decisão pessoal de famílias que são mais do que capazes de tomar suas próprias decisões".
No Brasil, a Justiça Federal negou em julho do ano passado liminar do Ministério Público Federal que queria proibir promoções do Bob's, do McDonald's e do Burger King, que dão brinquedos a quem compra lanche.
Para Marcio Schusterschitz, autor da ação, a decisão americana não deve influenciar o processo no Brasil -havia outro processo tramitando na Justiça do Estado de São Paulo, mas o STJ decidiu recentemente que o caso é de competência federal.



A matéria acima compilada do jornal folha de São Paulo corrobora com o TCC postado neste blog sobre A INFLUENCIA DA GLOBALIZAÇÃO NA CRIANÇA.

Espero que possa contribuir para as nossas reflexões
Ivan
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...